segunda-feira, 31 de maio de 2010

Valor a Receber

Valor a receber com crase

Ao concluir uma compra na padaria do meu bairro, eis que me deparo com outro erro comum, Valor à receber com crase. Estava no sistema de cobrança da padaria, um tal de NATI 2.0. Vamos debugar  o erro:
Logo, não cabe crase antes de um verbo, como neste caso. O correto é Valor a receber.


Nota: O pessoal do sistema aparentemente leu o blog e consertou o erro. Valeu!


Valor a receber sem crase




domingo, 16 de maio de 2010

Depilação a Laser

Depilação a Laser com crase


Depilação à Laser, com crase, só mesmo em Mauá - SP, de onde veio essa contribuição para o blog. Laser é um substantivo masculino, logo se algo fizesse sentido nessa frase seria "Depilação ao Laser", o que claramente não soa bem aos aos ouvidos. Ficamos então com a forma que faz mais sentido, Depilação a Laser, sem a crase. Curiosamente o estabelecimento acima não cometeu um erro muito comum, que é colocar a crase em "A partir de R$ 200".

Nota: Este exemplo é muito similar ao "embalado à vácuo" da embalagem de chimarrão.

terça-feira, 4 de maio de 2010

Cerveja à 3,90 reais

Cerveja a R$ 3,90 com crase

Essa doeu quando li. Em um boteco da Chácara Santo Antônio (São Paulo), próximo à UNIP e Uniban, o papel grudado no vidro anunciava "Cervejas à 3,90 reais", com crase em à 3,90 reais. Nao consigo imaginar o que fez o dono do botequim achar que aí iria uma crase. Menos absurdo mas ainda sem sentido seria cerveja aos 3,90 reais, visto que o real é masculino.

Correto: Refrigerante a R$ 2, sem a crase.