sábado, 5 de março de 2016

Presos a aparências


O nosso querido membro da cadeira 21 da Academia Brasileira de Letras deve ter arrepiado os cabelos (e a barba) ao tomar conhecimento da proliferação no Facebook da mensagem acima, escrita dessa forma.  "Presos a aparências e regras" claramente não possui o acento grave indicativo da crase.  Ou vivemos presos a aparências (substantivo feminino)  e a dogmas (substantivo masculino), ou presos às aparências e aos dogmas. À aparências, nunca...

E não é que o autor tenha uma preocupação excessiva com a lisura gramatical em seus livros. Mas neste caso já é demais, não é, meu caro mago?


Nenhum comentário:

Postar um comentário