domingo, 13 de março de 2016

Sujeito a guincho




Você está há 10 minutos tentando estacionar o carro naquela rua movimentada, e finalmente encontra um espaço vazio. Ao embicar o carro na vaga, dá de cara com a desanimadora placa "Não estacione, sujeito à guincho". Com acento grave indicativo da crase, na grande maioria das vezes! 

Não se utiliza crase antes de substantivos masculinos. Este caso é similar a outro post similar neste blog

Se a situação for plenamente justificável , estacione e depois argumente com o dono da vaga que não conseguiu entender direito o que estava escrito. Mande-lhe o link deste post.  Vai que cola...

Correto: Sujeito a guincho, sem crase!

E, se mesmo assim, você quiser comprar uma placa com a famigerada crase para seu estacionamento, compre deste site :-)




quarta-feira, 9 de março de 2016

Homenagem a todas as mulheres


Feliz dia das mulheres a todas as mulheres em seu dia internacional! Mas sem acento grave indicativo da crase, por favor. No dia 8 de março, dia internacional da mulher, o site acima poderia ter feito uma homenagem "às" mulheres ou "a" todas as mulheres, mas nunca "à" todas as mulheres, com crase. No exemplo acima, o artigo já está em "as mulheres", não há por que repeti-lo na crase, que nada mais é do que a junção da preposição "a" com o artigo "a".  Para dar um crédito à homenagem acima, a crase foi aplicada corretamente no trecho "dedicados às mulheres".

Assim, no dia internacional da mulher, preste uma homenagem a todas as mulheres, sem crase!

O pessoal do Sensacionalista tirou uma onda do tema neste post

E, aproveitando o embalo, mais uma colaboração do Terra. Assim como no exemplo acima, os chineses foram a todas as semis, e não à todas as semis. 




sábado, 5 de março de 2016

Presos a aparências



O nosso querido membro da cadeira 21 da Academia Brasileira de Letras deve ter arrepiado os cabelos (e a barba) ao tomar conhecimento da proliferação no Facebook da mensagem acima, escrita dessa forma.  "Presos a aparências e regras" claramente não possui o acento grave indicativo da crase.  Ou vivemos presos a aparências (substantivo feminino)  e a dogmas (substantivo masculino), ou presos às aparências e aos dogmas. À aparências, nunca...

E não é que o autor tenha uma preocupação excessiva com a lisura gramatical em seus livros. Mas neste caso já é demais, não é, meu caro mago?