sábado, 28 de junho de 2014

Resistência a Chamas


O que é correto, "a chamas" ou "as chamas"?

Considerando que o acento grave indicativo da crase deve ser empregado na junção da preposição "a" com o artigo feminino "a", resistência a chamas só poderia eventualmente ser craseado utilizando-se a preposição no plural:

Resistência a  + (as chamas) = Resistência às chamas

Mesmo assim, este tipo de construção sugere uma menção anterior ao longo do texto ou a algum tipo de chama específica, como por exemplo "Resistência às chamas produzidas por combustíveis fósseis". Na etiqueta do colchão acima, claramente a referência é feita a qualquer tipo de chama. Nesse caso, o recomendado é não pôr o acento grave.


CORRETO: Resistência a chamas


Variações corretas para susbstantivos masculinos: 
  • Resistência a antibióticos
  • Resistência aos antibióticos sintéticos
  • Resistência a antibióticos sintéticos




Making the world a better place :-) ...



Dúvidas? Clique aqui


sábado, 22 de fevereiro de 2014

Combata a cegueira...

... e a crase mal empregada. Admiramos a nobre missão da organização e esperamos que todos colaborem e combatam não apenas a cegueira mas a dengue, a praga, a pobreza, a injustiça, a corrupção, a fome e todos os males da humanidade, mas seguimos na nossa humilde proposta de combater a crase onde ela não cabe. 

Ok, cegueira é um substantivo feminino, o que pode levar à confusão abaixo (vide truque para verificar se a crase deve ser aplicada), mas neste caso combater é um verbo transitivo direto, ou seja, não é introduzido por preposição. Como a crase é a união da  preposição “a” com o artigo definido “a”,  e não há a ocorrência de preposição na frase, não há razão para a aplicação da crase neste caso.

Crase em combata a cegueira

Agora, se trocarmos o verbo combater pelo substantivo combate, aí sim deve ser aplicada a crase. 

CORRETO: 
  • Combata a cegueira
  • Combatam a dengue
  • Combater a ressaca
  • Combate à acne (substantivo combate)
  • Combate à flacidez (substantivo combate)
Nota 1: para complicar um pouco a estória, se "combate " se referir ao verbo combater no presente da segunda pessoa do singular, voltamos a não ter a crase: "João, combate a tua vontade de comer".

Nota 2: Obrigada à leitora Paula pelo envio da foto acima!






terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Desejamos a todos boas festas...

crase em boas festas a todos
... e um 2014 repleto de boas vibrações, saúde dinheiro em abundância, e que o aviso de boas festas ao final do ano seguinte não tenha crase em "Desejamos a todos boas festas".

Neste caso, desejo é um verbo transitivo direto e pede a preposição "a". Para a crase poder ser aplicada, porém, deve haver um substantivo feminino com o artigo definido "a" complementando o desejo de boas festas.

  • Desejamos à família de João boas festas
  • Desejo à equipe do Íbis um ano repleto de vitórias,
 são aplicações corretas da crase, já que família e equipe são substantivos femininos. Para substantivos masculinos, a crase é trocada por ao:
  • Desejamos ao Pedro uma pronta recuperação
  • Desejamos aos foliões muita alegria e diversão
Como na frase "desejamos a todos boas festas" não há um substantivo feminino no desejo de boas festas, não há a ocorrência do acento grave indicador da crase. 

CORRETO: Desejamos a todos boas festas, sem crase

sábado, 21 de dezembro de 2013

Comer a Vontade

Bom, partamos do princípio que o dono do restaurante ao lado não está se vangloriando de suas conquistas amorosas:  quis dizer 'Coma' e não 'Como', e que vontade não é uma pessoa, como a letra maiúscula denotando um nome próprio dá a entender.

Considerando então que o estabelecimeno queira divulgar um serviço de buffet, o que será correto, 'coma a vontade' sem crase ou 'coma à vontade', com crase?

Existem defensores das duas versões, como pode ser lido neste artigo de Sérgio Nogueira em sua coluna no G1. Nós concordamos com o Sérgio e ficamos com a segunda opção, com crase, para o exemplo acima, assim como nas demais locuções de base feminina.  'Coma a vontade'  dá a entender que você quer muito comer essa tal vontade (agora um desejo, não mais uma pessoa), e não que você pode comer à vontade ou enquanto o seu estômago suportar. 

NOSSO ESCOLHIDO: COMA À VONTADE, COM CRASE

Pão quente a toda hora

Pão quente a toda hora com crase, como na foto ao lado, é um erro visto com frequência  pelas ruas. Como na maioria dos casos explorados neste site, se você tiver dúvida se coloca ou não o acento grave na letra 'A', troque a palavra feminina por uma masculina e veja se o suposto 'à' transforma-se em 'ao'.

Troquemos então hora por minuto. 'Pão quente à toda hora' transforma-se em 'Pão Quente ao todo minuto'? Acho que não, concordam? Assim, sem medo de errar, o certo é não utilizar a crase nessa frase.

CORRETO: PÃO QUENTE A TODA (a) HORA, sem crase.

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Candidato a Deputado


O Terra é sempre generoso em suas colaborações ao blog. Nesta reportagem sobre a provável candidatura de uma  ex-BBB à câmara dos deputados, colocaram corretamente o título candidata a deputada, sem crase, mas resolveram arriscar no título da imagem, escrevendo candidata à deputada, com crase.

Vamos usar nosso truque para validar crases, trocando o substantivo feminino pelo masculino. Se o A "transformar-se" em AO, então está correta a ocorrência da crase na versão feminina:

  • Correto: ser candidato a deputado, candidatos a deputado, sem crase
  • Incorreto: ser candidato ao deputado
Logo, Ser candidata a deputada é o correto, sem crase, assim como candidado a deputado, também sem crase.

Nota: o mesmo vale para candiadato a vereador, candidato a vereadora, candidato a presidente, candidato a síndico - todos sem crase!