domingo, 13 de dezembro de 2009

Uso da Crase - truque: troque por masculino

A + O=AO
A + A = À (crase)

A crase é a é a junção da preposição A com o artigo A, que precede substantivos femininos. Ao invés de AA, utiliza-se a crase.Logo, a crase só é utilizada por via de regra quando a palavra que a segue é um substantivo feminino. Entendido isso, fica fácil entender quando usar a crase.

Exemplo: (substantivo feminino: A Feira) -
Vou a algum lugar -> Vou a+a feira -> Vou à feira comprar legumes.


Um truque que ajuda a identificar se determinada frase leva crase ou não é trocar a palavra que segue a crase por um substantivo masculino (se já for masculino, não terá crase). Se após a substituição o A for substituído por AO, então a frase original no feminino terá crase.

No exemplo acima, "Vou à feira comprar legumes.", trocamos o substantivo feminino "a feira " pelo masculino "o supermercado".

(substantivo masculino: O supermercado) -
Vou a algum lugar -> Vou a+o supermercado -> Vou ao supermercado comprar legumes

Nesse caso, trocando o substantivo feminino a feira pelo masculino o supermercado, a frase ganhou o AO. Assim, podemos ter a certeza de que a frase original leva crase.

Nota: Apesar de ser comum ler-se "Vou na feira", esta forma estaria correta apenas se a Feira fosse uma égua e você estivesse indo a algum lugar montado nessa tal de Feira. Note que EM+A=NA.
Exemplo: Vou à feira na carroça da minha tia.

Outros exemplos:


  • O almoço é servido às 13 horas.
  • O almoço é servido ao meio-dia.
  • Bacalhau à moda da casa.
  • Bacalhau ao estilo do chefe.
  • Saímos à noite.
  • Saímos ao anoitecer.
  • Estou à sua disposição.
  • Estou ao seu dispor.
Quando não usar crase:

  • Obras a 500 metros.
  • A partir de hoje , escreveremos "a partir de" sem crase.
  • De segunda-feira a sexta-feira, descanso.
  • De uma a dez pessoas...
  • A poucos metros de distância
  • Feliz natal a todos (próspero ano novo a todos, feliz páscoa a todos, feliz dia das mães a todas as mães...)

33 comentários:

  1. A égua feira foi sensacional ! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkk. Eu ri muito aqui. Josmar Oliveira

      Excluir
  2. Por que se erra tanto o porquê, como neste blog???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu só me perco pra usar o "porquê". Nas outras 3 formas não tenho dúvida.

      Excluir
    2. Olá, me chamo Jhony Douglas, e aí vão os "porquês":

      Por que: Pergunta: "Por que você está chorando?"
      Porque: Resposta: "Porque meu tio morreu"
      Por quê: Final de frase: "Você está mesmo feliz? Por quê?"
      Porquê: Causa, motivo, razão: "Diga-me o porquê de você estar triste"

      Excluir
  3. Só uma observação...
    Na enquete "Por quê se erra tanto a crase ?" o uso do "Por quê" está incorreto, não está ?

    Pelo que eu sei, o correto, nesse contexto, seria:
    "Por que se erra tanto a crase ?"

    ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, me chamo Jhony Douglas, tenho 15 anos (desnecessário, mas... kk)
      Sim, o uso do "por quê" está errado. Porque ele fez uma pergunta, então o correto seria desemendado.

      Por que: Pergunta
      Porque: Resposta
      Porquê: causa, motivo, razão
      Por quê: Final de frase

      Excluir
  4. quais as frases abaixo a crase esta empregada de maneira correta:
    1 - Andou à cavalo
    2 - Comecei à cantar
    3 - Pediram à mim que me ausentasse

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em nenhuma delas... Óbvio!

      Excluir
    2. Olá, me chamo Jhony Douglas, se quiser me adicionar no Facebook: https://www.facebook.com/Jhony.Douglas.Tiros

      Irei tirar sua dúvida!
      Nenhuma está correta, você me pergunta: "Mas por quê?"

      MIM: evidentemente que não existe nenhuma possibilidade de haver crase porque há apenas a presença de preposição na frase em estudo. (Pediram para mim) PARA (preposição)

      CANTAR: Cantar é verbo, antes de verbo nunca emprega-se a crase.

      CAVALO: É uma palavra masculina, evidentemente não terá crase.

      :)
      Se tu quiseres adicionar-me no Facebook, podemos conversar mais sobre isto!

      Excluir
  5. Desta forma,

    "Desejamos a todos um feliz natal!"
    Ficaria sem a crase? Correto?

    ResponderExcluir
  6. à prova de choque, certo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. explique o motivo da frase à prova de choque, tem crase, pelo que eu entendi, teria que trocar a palavra prova por uma masculina, então por qual palavra masculina eu poderia trocar para saber se há crase ou não?

      Excluir
  7. Com relação às três frases acima, nenhuma delas tem crase, pois:
    Andar a cavalo - cavalo é substantivo masculino
    Comecei a cantar - cantar é verbo
    Pediram a mim... - mim é pronome oblíquo

    ResponderExcluir
  8. Decididamente, por mais que eu queira e tenha boa vontade, o português é um CÓDIGO SECRETO e não uma língua para comunicação.Se utilizarmos a linguagem culta, como as vezes se pede em concurso, não será estabelecida uma comunicação, pelo fato de poucos entenderem o que se quer falar. Até um blog como esse, que tem a intenção de nos ajudar a entender essa MALDITA CRASE, erra no uso do PORQUE.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E infelizmente você continua errando a crase: "como às vezes" tem crase sim!

      Excluir
    2. Desculpe a ousadia,mas nem sempre.Ocorre quando a locução adverbial for de tempo.Português e suas exceções, como sempre.

      Excluir
  9. De uma coisa eu tenho certeza, quem estuda a língua portuguesa nunca sofrerá de Alzheimer, pois quem a estuda estará fazendo milhões de conexões para entendê-la.

    ResponderExcluir
  10. A da feira égua foi boa

    ResponderExcluir
  11. Um dúvida: Viva a Anarquia ou Viva à Anarquia?
    Sei que os dois podem ter sentidos diferentes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Viva o Brasil, viva a anarquia. Por essa lógica, você não está errado se não colocar a crase...

      Excluir
  12. está correto acento na frase: recibos dos meses de outubro de 2010 à maio de 2011 ?

    ResponderExcluir
  13. Não, não há. Veja o post de crase em datas. http://www.naotemcrase.com/2010/08/de-periodo-x-y.html.

    ResponderExcluir
  14. Com que frequência ele usa a internet e o que ele geralmente faz na web? ou Com que frequência ele usa à internet e o que ele geralmente faz na web?
    com crase ou sem crase?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Troque internet (gênero feminino - a internet) por outro substantivo masculino e veja o que acontece. "Com que frequência ele usa o banheiro" ou "com que frequência ele usa ao banheiro"? A primeira versão é a mais aceitável, concorda? Assim, o correto á a versão sem crase, em sua pergunta.

      Excluir
  15. Viva a didática ou Viva à didática?

    ResponderExcluir